O Comitê Regional de Investigação de Transmissão Vertical das Infecções Sexualmente Transmissíveis (CRITV/IST) da Regional de Saúde de Divinópolis realizou, nesta terça-feira (11/06) uma capacitação para Coordenadores da Atenção Básica, profissionais das Equipes de Estratégia da Família (ESF) e da Vigilância Epidemiológica.

Capacitação Comitê ISts 2

O objetivo do Comitê é investigar os casos de transmissão vertical do HIV, sífilis e hepatites B e C, ou seja, as infecção passadas da mãe para o filho durante o período da gestação (intrauterino), no parto (trabalho de parto ou no parto propriamente dito) ou pelo aleitamento materno.

A Referência técnica de ISTs da Regional de Saúde de Divinópolis, Ana Camila Neves Morais, ressaltou que a capacitação é para orientar os 54 municípios da região Oeste a fazerem a reeinvestigação dos casos ocorridos de transmissão vertical desde 2017 para que o Comitê possa analisá-los.

As investigações das transmissões verticais de IST's possibilitam aos membros do Comitê informações essenciais para a análise da assistência prestada às gestantes durante o pré-natal, além das crianças após o nascimento. As investigações permitem também a detecção de fatores que possam contribuir na manutenção da cadeia de transmissão dos agravos,avaliar a assistência nos três níveis de atenção e verificar os fatores socioeconômicos desta gestante.

“ Com o Comitê, é possível avaliar as investigações e identificar as possíveis falhas na rede de assistência. Assim, esperamos reduzir o número de caso verticais na região, além de possibilitar que o município possa visualizar a situação assistencial do seu terriório e melhorar o acesso das pacientes às unidades de saúde do município e região”, ressaltou a referência técnica.

Por Willian Pacheco