Nesta quarta-feira, 21, a região ampliada de saúde do Norte de Minas chegou a 251 mil 330 pessoas já  imunizadas contra a Covid-19 por terem completado os esquemas vacinais e recebeu mais 49 mil 260 doses de vacinas repassadas pela Secretaria de Estado da Saúde de Minas Gerais – (SES-MG). Na nova remessa foram incluídas vacinas da AstraZeneca/Universidade de Oxford, envasadas pela Fundação Oswaldo Cruz, no Rio de Janeiro; CoronaVac, fabricadas pelo Instituto Butantan, em São Paulo e vacinas da multinacional norte-americana, Pfizer/BioNtech.

Nesta quinta-feira os imunizantes serão repassados aos 86 municípios que integram as áreas de atuação da Superintendência Regional de Saúde de Montes Claros – (SRS) e às Gerências Regionais de Saúde – (GRS) de Januária e Pirapora para o término do esquema vacinal em pessoas com comorbidades e na faixa etária entre 50 a 54 anos. Também serão contemplados com aplicação da primeira dose trabalhadores de indústrias e caminhoneiros.

 As novas remessas destinadas a Montes Claros e Januária foram transportadas em aeronave do Corpo de Bombeiros. A Superintendência Regional de Saúde recebeu 33 mil 860 doses de vacinas que serão repassadas a 54 municípios que integram a sua área de atuação. Pelo fato de possuir a maior população do Norte de Minas, para Montes Claros serão repassadas 15 mil 109 doses de vacinas, sendo 8 mil 601 destinadas à aplicação da primeira dose em trabalhadores de indústrias, em caminhoneiros e em pessoas na faixa etária de 50 a 54 anos. Outras 6 mil 508 doses são destinadas para o término do esquema vacinal em pessoas com comorbidades; em deficientes físicos permanentes e em pessoas de outras faixas etárias.

Para 25 municípios que estão jurisdicionados à Gerência Regional de Saúde de Januária foram entregues 10 mil 010 doses de vacinas. Já a GRS de Pirapora recebeu 5 mil 390 doses de vacinas diretamente na Rede de Frio da SES-MG, em Belo Horizonte.

A coordenadora de vigilância em saúde da Superintendência Regional de Saúde de Montes Claros, Agna Soares da Silva Menezes reforça a importância dos municípios seguirem as recomendações do Ministério da Saúde e da SES-MG quanto ao complemento do esquema vacinal nas pessoas que já tomaram a primeira dose de vacinas contra a Covid-19, bem como na continuidade da vacinação dos grupos prioritários.

“À medida que a campanha de vacinação contra a Covid-19 avança, os municípios que concluírem a imunização dos grupos prioritários com a aplicação da segunda dose têm autonomia para vacinar pessoas de outras faixas etárias ou categorias profissionais. Mas é necessário que as secretarias municipais de saúde sigam as notas técnicas do Programa Nacional de Imunizações para que a campanha de vacinação tenha êxito”, observa Agna Menezes.

VACINÔMETRO

Até a manhã desta quarta-feira, 21, dados contabilizados pela SES-MG pela plataforma informatizada vacinômetro revelam que o Norte de Minas já possui 251 mil 330 pessoas que já estão imunizadas contra a Covid-19 por terem recebido a dose única da vacina da Janssen ou as duas doses da CoronaVac, da AstraZeneca ou da Pfizer.

Outros 671 mil 619 norte-mineiros já receberam a primeira dose de vacina contra a Covid e aguardam o término do prazo para recebimento da segunda dose.Crédito: Pedro Ricardo

 

 

Por Pedro Ricardo