Objetivo: constituir um conjunto de ações sistemáticas direcionadas à universalização da oferta e ampliação da qualidade dos serviços de Atenção Primária à Saúde, por intermédio de ações com foco em infraestrutura, equipamentos e processos de trabalho.


Ressalta-se que no ano de 2013, foi publicada a Resolução SES nº 3.688 que consolida, no âmbito do Programa Estruturador Saúde em Casa, o rol de ações de atenção primária no SUS em Minas Gerais instituindo a Política Estadual de Atenção Primária a Saúde (PEAPS), estruturando cinco eixos estruturantes.

Minas é o Estado com maior número de equipes na Atenção Primária à Saúde em atividade, no ano de 2002, anterior ao Choque de Gestão, havia 2.278 equipes do programa Saúde em Casa, o equivalente a 43,4% de cobertura populacional. Esse número saltou para 4.511 equipes trabalhando na prevenção de doenças em 842 municípios perfazendo assim uma cobertura de 79,75% da população. Houve um salto portanto de quase o dobro da cobertura.

 

UNIDADE ORGANIZACIONAL RESPONSÁVEL PELO PROGRAMA: Superintendência de Atenção Primária à Saúde.

Ações deste programa